Início > Cultivo de orquídeas > Adubo Bokashi

Adubo Bokashi

Orquídea Miltonia

O termo Bokashi exprime a idéia de algo composto de vários ingredientes e fermentado.

O Bokashi é um adubo milenar e sua utilização tem resistido com o passar do tempo, apesar dos avanços tecnológicos no tocante aos mais variados tipos de adubos surgidos depois de muitas pesquisas de laboratório.

Existem muitas variações do Bokashi, uma para cada tipo de cultura, inclusive para aplicação na agricultura de grande escala e suas variações incluem o granulado e o líquido.

Para nós, que estamos tratando de adubação para orquídeas, vamos ficar somente no tipo a elas destinado: o granulado.

O tipo de adubo de que estamos tratando pode ser encontrado no mercado, em especial nas casas especializadas. No entanto, nós mesmos podemos fazê-lo em casa sem nenhuma dificuldade, bastando para tanto reunirmos os materiais e ingredientes necessários.

Vamos precisar dos seguintes materiais:

  • uma vasilha grande, de preferência redonda e um pouco funda. Pode ser uma bacia de plástico.
  • uma colherinha de café para servir de medida.
  • um pote grande e com tampa para armazenar o Bokashi.
  • um saco plástico transparente, grande e limpo, também para armazenar o produto.

Vamos precisar dos seguintes ingredientes:

  • 2,5 litros de farelo de soja.
  • 0,5 litro de farelo de arroz.
  • 0,5 litro de casaca de arroz carbonizada.
  • 50 g de fosfato simples.
  • 5 g de açúcar mascavo.
  • 0,5 frasco de leite fementado com lactobacilos.
  • 1 colher de café de Bokashi tradicional.
  • Água limpa e isenta de tratamento químico (água da chuva ou mineral).

Modo do preparo.

Na vasilha plástica misture o farelo de soja, o farelo de arroz e a Casca de arroz carbonizada. A seguir incorpore o fosfato simples e o acúcar mascavo. Esta é a mistura seca.

Em uma pequena vasilha à parte, misture o Bokashi tradicional e o leite fermentado com um pouco de água. Depois incorpore esta mistura à mistura seca feita anteriormente e mexa bem. Aconselho mexer com as próprias mãos, como se estivesse misturando uma massa de pão. Vá acrescentando água até obter uma mistura consistente e homogênia.

Após, coloque o composto no saco plástico e feche-o bem, cuidando para que o ar seja expulso do seu interior. Coloque no pote grande e feche-o, cuidando para que o ar circule de vez em quando no seu interior.

Deixe fermentar por 25 a 30 dias. Após esse período faça um teste colocando uma pequena porção (uma colherinha de café) em uma folha de anthurium. Se não queimar a folha, significa que o adubo está feito e pronto para ser utilizado.

Observo que após o período de fermentação você sentirá um cheiro característico de iogurte e álcool.

Em outro post explicarei como efetuar a adubação com Bokashi.

Publicado em Cultivo de orquídeas

Anúncios
  1. walter poletto
    29/02/2012 às 10:57

    Gostei de conhecer a receita do bokashi. Só não sei como conseguir o bokashi tradicional.
    Se puderem me ajudar, ficarei grato. Aguardo resposta via e-mail.
    Walter

    • 29/02/2012 às 18:22

      Olá Walter.
      O bokashi é um adubo que versátil e pode apresentar diversos tipos de composição. A receita passada no nosso Blog é a mais tradicional. Se você não puder ou não conseguir prepará-lo, poderá encontrar em boas floriculturas, como por exemplo aquelas que costumam funcionar em CEASA’s.
      Continuamos à sua disposição para novos esclarecimentos caso sejam necessários.
      Obrigado pela sua visita ao nosso Blog.
      Boa sorte!

  2. 26/01/2016 às 9:45

    Parabéns,pelos artigos.como sou novata com o cultivo de orquideas,é tanta informação,que fico confusa!!!!qual usar?,quantidade ,orgânico ou químico??? Pergunto:com o adubo bokashi precisa de enraizador para as plantas bem debilitadas????obrigado!!!inté!!!!!!

    • 26/01/2016 às 10:20

      Olá Manuella! Bom dia! Em primeiro lugar muito obrigado pela sua visita ao meu Blog. O segredo maior para o uso do adubo Bokashi é no sentido de adicioná-lo de preferência do lado oposto ao que estiverem as raízes e procurar ir fazendo o rodízio no vaso, colocando-o cada vez em um lugar diferente da borda do vaso. Não deixe de observar a periodicidade de sua aplicação. Sucesso minha amiga!

  1. 19/05/2011 às 12:59
  2. 15/09/2011 às 12:14

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: